CASAL DE JACAREÍ RECEBE PRÊMIO EM DIREITOS HUMANOS

Luiz André e Sergio recebem prêmio na categoria Ativismo LGBT por ser o primeiro casal gay a ter o casamento civil aprovado no Brasil.
 

Luiz André e Sergio exibem a certidão de casamento em frente ao cartório

O casal de Jacareí, Luiz André Sousa Moresi e José Sergio Sousa Moresi, foram agraciados e recebem o 10º Prêmio Arco-Íris de Direitos Humanos no dia 12 de dezembro no Teatro João Caetano, no centro da cidade do Rio de Janeiro. A honraria é concedida todos os anos pelo Grupo Arco-Íris, uma das mais antigas e importantes organizações de Direitos Humanos e Cidadania LGBT do Brasil.

O Prêmio está em sua décima edição e compõe as atividades da Parada LGBT do Rio de Janeiro. É entregue a pessoas que se destacam na defesa e promoção da cidadania de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais nas mais diversas áreas de atuação. Os militantes da ONG REVIDA de Jacareí, Luiz André e Sergio, serão homenageados na categoria Ativismo LGBT por serem o primeiro casal LGBT do Brasil a terem sua união estável convertida em casamento civil.

Para Luiz André, receber esse prêmio tem um valor especial “por ser concedido por uma instituição conceituada e respeitada no Brasil e por representar uma conquista que é conseqüência da atuação de militantes LGBT que lutam há anos pelo reconhecimento de sua plena cidadania”.

Luiz André e Sergio dedicam o prêmio aos membros da ONG REVIDA, aos militantes LGBT do Brasil e ao próprio Grupo Arco-Íris, que desempenhou papel fundamental de advocacy junto ao STF para aprovação da união estável homoafetiva, o que possibilitou a conversão em casamento civil.

União Estável e Casamento Civil

Em 5 de maio de 2011 o Supremo Tribunal Federal equiparou a união estável homoafetiva à união estável heterossexual.

Em 17 de maio de 2011, Dia Mundial de Luta Contra a Homofobia, o casal Luiz André e Sergio assina o contrato de União Estável Homoafetiva.

Em 27 de junho de 2011 o juiz estadual Fernando Henrique Pinto autorizou a conversão da união estável de Luiz André e Sergio Sousa Moresi em casamento civil, o primeiro do Brasil.

Em 28 de junho de 2011, Dia Mundial do Orgulho LGBT, o casal recebe a Certidão de Casamento Civil das mãos do oficial do Cartório de Registro Civil. Cerimônia de entrega teve repercussão internacional.

ONG REVIDA lança site oficial

Já está no ar o site oficial da ONG REVIDA. Para acessar basta digitarwww.revida.org e ter acesso a todo conteúdo da ONG.

No site o internauta poderá saber da história da organização, projetos, estatuto e diretoria, bem como poderá ajudar a ONG em suas ações.

O site ainda contém album de fotos, arquivo de notícias, artigos, links, área de biblioteca com livros, cartilhas, TCC, manuais em pdf para download e a agenda de reuniões, oficinas e atividades da ONG REVIDA.

A página na internet da ong de defesa dos direitos humanos e direitos LGBT trás ainda uma enquete sobre homobofia. O internauta poderá opinar sobre se é à favor ou contra a criminalização da homofobia. Há também uma área de recados para deixar a opinião.

A atualização será feita pela própria ONG e sempre que tiver notícias, informações, fotos e artigos sobre os objetivos que norteiam o trabalho da REVIDA.

O endereço do site é www.revida.org .

Site da ONG REVIDA

Site da ONG REVIDA

ONG escolhe tema da Parada LGBT (Diário de Jacareí)

Segue matéria no Jornal Diário de Jacareí (publicada em versão online e impressa dia 26/01/2010). Clique na imagem para ver em tamanho maior.

Tema da 1ª Parada LGBT

ONG REVIDA define tema da 1ª Parada LGBT de Jacareí

Jacareí escolhe tema da sua 1ª Parada LGBT

Início de noite com muita chuva e um grupo de 35 pessoas reunidas para tomar uma decisão histórica para a cidade de Jacareí: a escolha do tema, do lema e percurso da sua 1ª Parada LGBT.

Reunião para escolha do tema da 1ª Parada LGBT de Jacareí

Reunião para escolha do tema da 1ª Parada LGBT de Jacareí

E começou com o povo chegando aos poucos como é costume no interior, mesmo que em pleno crescimento e desenvolvimento populacional e econômico, há os que gostam de manter a velha tradição de chegar atrasado.

Pouco mais de meia hora depois do horário combinado o presidente da ONG REVIDA, Luiz André Moresi, inicia a reunião, compõe a mesa e faz uma breve apresentação da ONG REVIDA, da agenda de 2010, das parcerias e sobre o objetivo de se ter uma Parada LGBT em Jacareí.

Mesa de abertura da reunião

Mesa de abertura da reunião

Começa a indicação de temas e a criatividade aflora nos participantes. A vontade de escolher um assunto que marque e chame a atenção da sociedade é muito forte. Já no meio da reunião tinha-se claro que a Parada deverá combater o preconceito e a homofobia, meio caminho andado. Era preciso então compor o tema e o lema.

Depois de mais de 20 sugestões diferentes e diversas opiniões, as opções foram se concentrando na necessidade de se ter um tema que provoque nas pessoas da cidade a reflexão sobre o preconceito e a importância de se combater a homofobia.

Então, depois de um gostoso debate de ideias e opiniões, decidiu-se por unanimidade. O tema da 1ª Parada LGBT de Jacareí é “JACAREÍ CONTRA A HOMOFOBIA” e o lema é “CIDADE MODERNA É CIDADE SEM PRECONCEITO”.

Participantes votam no tema da 1ª Parada LGBT de Jacareí

Participantes votam no tema da 1ª Parada LGBT de Jacareí

Depois veio a escolha do percurso e as comissões para a organização da Parada que vai acontecer em 27 de junho de 2010.

Nos últimos nove anos Jacareí cresceu de forma ordenada, está em pleno processo de desenvolvimento econômico, com o aumento significativo de indústrias, do comércio, do setor de serviços. Novas avenidas, nova rodoviária, sonho antigo, empreendimentos imobiliários, nova área verde, o Parque da Cidade e o significativo investimento na qualidade de vida da população. E o sentimento de modernização está latente na opinião dos moradores.

É muito triste uma cidade que cresce e esquece que o preconceito ainda mata muita gente. E que a homofobia contra os LGBT está presente na família, na escola, no mercado de trabalho, nos espaços de convivência e no coração de muitos jacareienses.

Não adianta Jacareí ser moderna se o sentimento preconceituoso ainda remete a séculos passados.

1ª PARADA LGBT DE JACAREÍ E REGIÃO

JACAREÍ CONTRA A HOMOFOBIA

CIDADE MODERNA É CIDADE SEM PRECONCEITO!

Reunião para escolha do tema da 1ª Parada LGBT de Jacareí

Reunião para escolha do tema da 1ª Parada LGBT de Jacareí

Notícia no Jornal Valeparaibano

Segue matéria publicada hoje no Jornal Valeparaibano – 13/janeiro/2009

Região

Jacareí realiza primeira Parada Gay no Vale

Jacareí vai sediar a primeira Parada Gay do Vale do Paraíba. O evento, programado para o dia 27 de junho –véspera do Dia Mundial do Orgulho LGBT–, é organizado pela ONG Revida (Reintegrando Vidas), militante do movimento LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais).

Integrantes da ONG esperam reunir até 10.000 pessoas nesta primeira edição que, segundo eles, servirá como incentivo para a criação de paradas em outras cidades da região.

“Como o objetivo é a luta contra o preconceito, a gente espera que cada cidade possa realizar a sua [parada] futuramente”, disse o presidente da ONG Revida, Luiz André Moresi. Segundo ele, além da parada em São Paulo, outras 150 cidades do país organizaram eventos semelhantes em 2009.

No próximo dia 23, a ONG irá promover um debate com participação aberta ao público para discutir questões técnicas, como o tema do evento e o percurso da parada –preferencialmente no centro da cidade.

CONSCIENTIZAÇÃO – Segundo o presidente da ONG Revida, a ‘Parada Gay Jacareiense’ deverá repetir os lemas da Parada Gay de São Paulo pela luta contra a homofobia e a discriminação sexual.

“A parada não é uma festa. É uma forma diferente de protesto, um protesto alegre. A população GLBT sofre muito com o preconceito e o evento é uma forma de combate”, afirmou.

A prefeitura informou ontem que não recebeu qualquer comunicado ou solicitação oficial sobre o evento, mas que, assim como ocorre com qualquer outra manifestação, está disposta a receber o grupo para discutir a questão.