Provocações!

ATO REGIONAL VALE DO PARAÍBA #FORA FELICIANO SÃO JOSÉ DOS CAMPOS - SP - 16/03 VALE DO PARAÍBA

ATO REGIONAL VALE DO PARAÍBA #FORA FELICIANO
SÃO JOSÉ DOS CAMPOS – SP – 16/03
VALE DO PARAÍBA

Não costumo responder provocações, comentários maldosos, preconceituosos. Não entro em discussões religiosas e de fundamentalistas. Mas estão tornando a questão POLÍTICA da Comissão de Direitos Humanos e Minorias em GUERRA SANTA. E hoje tive que responder um comentário em um post que fiz no facebook. Segue o que escrevi:
# Primeiro, não é opção, é orientação. Ninguém escolhe ser gay, ser hetero ou bi. A gente nasce assim, é uma condição.

# Segundo, somos atacados, vilipendiados, exorcizados, maltratados e demonizados frequentemente nos cultos, nos púlpitos, nos altares, nas missas, nas rezas. Nas imprensas religiosas, escritas e faladas, nas TVs e nas rádios religiosas.

Quando há REAÇÃO da nossa parte, novamente somos atacados, insultados, vilipendiados, exorcizados, maltratados, demonizados, ofendidos. Até apanhamos, com socos, ponta-pés, cabeçadas, com tijolos, com facas, porretes, soco inglês, etc… Essa semana aconteceu na Argentina, e os homofóbicos eram também religiosos fundamentalistas de plantão, afirmando que praticavam o ato de covardia porque o papa Francisco os abominavam, eram coisas do demônio.

Basta de Feliciano #NÃO ME REPRESENTA!

Basta de Feliciano
#NÃO ME REPRESENTA!

 

Muitas vezes, em nome do seu deus, de suas crenças, em nome do que ouvem nos púlpitos e altares, também nos matam, e matam com raiva, com muitos tiros, muitas facadas, muitas porradas, muitas tijoladas. Matam, arrancam nossos órgãos sexuais, nos humilham na morte, nos ateiam fogo, jogam-nos em valas, rios, precipícios. DIARIAMENTE um homofóbico mata um gay, ou uma lésbica, ou uma travesti, uma transexual, um bissexual. MATAM, MATAM E MATAM.

E quando reagimos, com nossas manifestações, nossas Paradas, nossos cursos, com o tremular de nossas bandeiras, CONTINUAM A NOS MATAR COM MAIS RAIVA, ÓDIO E PRECONCEITO. E FAZEM ISSO SOB A AUSÊNCIA DA LEI E COM A BENÇÃO DAS PREGAÇÕES DO FINAL DE SEMANA.

# Terceiro, tem muita gente de fé que é do bem. Nossa luta não é contra as religiões, as igrejas e seu povo de fé e do bem. Nossa luta é contra o preconceito e quem o pratica. Não deve um líder religioso mandar que uma pessoa se negue, que negue sua existência, negue suas vontades, seus desejos, seus sonhos. Não pode um líder religioso ordenar que a pessoa se anule, deixe de viver aquilo que ela é.

Quando um religioso assim o faz é como se estivesse ordenando a uma pessoa LGBT: “MORRA”… E assim, tristemente, pessoas LGBT se suicidam, porque não suportam viverem anuladas em sua essência.

Sou de formação cristã, minha família toda é, a grande maioria dos meus amigos também. Tenho certeza, que o meu Deus, que não está nem aí para minha orientação sexual, abençoa minha vida e meu casamento, que são fundamentados no AMOR, mandamento maior da vida humana.

# Quarto, retiro o termo “bisca” que usei para me referir à Joelma da banda Calypso. Tem muitas “biscas” que são dignas e não merecem esse desrespeito de serem comparadas com essa cantora.

E TENHO DITO #FORAFELICIANO!

Luiz André Moresi

Luiz André participa do Programa Partidário do PCdoB

Luiz André Moresi, presidente do Comitê Municipal do PCdoB de Jacareí, gravou comercial para o horário partidário. O filmete foi exibido durante duas semanas nas redes de televisão da região do Vale do Paraíba no mês de outubro/2011.

O comercial tem a participação da cantora e deputada estadual pelo PCdoB, Leci Brandão, que afirma que o partido, assim como ela, é contrário à todas as formas de discriminação. Logo depois Luiz André Moresi reafirma o compromisso do partido com a cidadania e que em Jacareí o partido luta para melhorar a vida das pessoas.

Confira abaixo o vídeo:

Luiz André Moresi  - Programa do PCdoB

Luiz André Moresi - Programa do PCdoB

CASAL DE JACAREÍ RECEBE PRÊMIO EM DIREITOS HUMANOS

Luiz André e Sergio recebem prêmio na categoria Ativismo LGBT por ser o primeiro casal gay a ter o casamento civil aprovado no Brasil.
 

Luiz André e Sergio exibem a certidão de casamento em frente ao cartório

O casal de Jacareí, Luiz André Sousa Moresi e José Sergio Sousa Moresi, foram agraciados e recebem o 10º Prêmio Arco-Íris de Direitos Humanos no dia 12 de dezembro no Teatro João Caetano, no centro da cidade do Rio de Janeiro. A honraria é concedida todos os anos pelo Grupo Arco-Íris, uma das mais antigas e importantes organizações de Direitos Humanos e Cidadania LGBT do Brasil.

O Prêmio está em sua décima edição e compõe as atividades da Parada LGBT do Rio de Janeiro. É entregue a pessoas que se destacam na defesa e promoção da cidadania de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais nas mais diversas áreas de atuação. Os militantes da ONG REVIDA de Jacareí, Luiz André e Sergio, serão homenageados na categoria Ativismo LGBT por serem o primeiro casal LGBT do Brasil a terem sua união estável convertida em casamento civil.

Para Luiz André, receber esse prêmio tem um valor especial “por ser concedido por uma instituição conceituada e respeitada no Brasil e por representar uma conquista que é conseqüência da atuação de militantes LGBT que lutam há anos pelo reconhecimento de sua plena cidadania”.

Luiz André e Sergio dedicam o prêmio aos membros da ONG REVIDA, aos militantes LGBT do Brasil e ao próprio Grupo Arco-Íris, que desempenhou papel fundamental de advocacy junto ao STF para aprovação da união estável homoafetiva, o que possibilitou a conversão em casamento civil.

União Estável e Casamento Civil

Em 5 de maio de 2011 o Supremo Tribunal Federal equiparou a união estável homoafetiva à união estável heterossexual.

Em 17 de maio de 2011, Dia Mundial de Luta Contra a Homofobia, o casal Luiz André e Sergio assina o contrato de União Estável Homoafetiva.

Em 27 de junho de 2011 o juiz estadual Fernando Henrique Pinto autorizou a conversão da união estável de Luiz André e Sergio Sousa Moresi em casamento civil, o primeiro do Brasil.

Em 28 de junho de 2011, Dia Mundial do Orgulho LGBT, o casal recebe a Certidão de Casamento Civil das mãos do oficial do Cartório de Registro Civil. Cerimônia de entrega teve repercussão internacional.

Grupo lança novo projeto para Jacareí no sábado – Entrevista Jornal Semanário

PCdoB, PV e simpatizantes do novo projeto distribuirão manifesto

Dois partidos, dezenas de pessoas (algumas ainda não filiadas), na qualidade de cidadãos, farão um movimento que pretende lotar a Câmara Municipal no sábado (dia 17), às 15h, no lançamento de “Um novo projeto para Jacareí”.

Os presidentes do PCdoB e PV, Luiz André Moresi e Paulo Delfim, respectivamente, concederam entrevista sobre a iniciativa.

O que significa o projeto?

Presidentes – Um chamado à população para democratizarmos o poder em nossa cidade, considerando que a alternância no poder é importantíssima para a democracia e para o surgimento de novas lideranças.

Vocês podem antecipar algo sobre o conteúdo do manifesto que será entregue no próximo sábado?

Presidentes – Assumimos compromisso com valores e princípios, entre eles agregar e revitalizar forças políticas e sociais para a construção de um novo projeto para Jacareí; defender os interesses coletivos e combater a velha prática política dos interesses pessoais, entre outros.

Quem é o nome novo que a população está comentando ser o único capaz de derrotar o PT na eleição de 2011?

Presidentes – Concordamos com a população e sabemos que o novo não está dentro dos partidos tradicionais (oposição ou situação), mas primeiro construiremos um projeto sustentado por valores e princípios. Assim, naturalmente, apresentaremos o novo nome à população.

Vocês podem adiantar um nome?

Presidentes – Podemos deixar claro que deverá reunir, no mínimo, características fundamentais, como ter coragem, credibilidade junto à população e compromisso com a qualidade e com uma nova forma de fazer política e administrar a cidade.

Mais informações: pcdob65jacarei@hotmail.com e pdelfim@ig.com.br 

Paulo Delfim - Presidente do PV

Paulo Delfim - Presidente do PV

Luiz André Moresi - Presidente PCdoB

Luiz André Moresi - Presidente PCdoB

PC do B de Jacareí elege nova direção

Partido elegeu o seu Comitê Municipal, composto por 23 membros, e se prepara para disputar eleições municipais

O PC do B de Jacareí realizou, na manhã do domingo (21),  a Conferência Municipal e elegeu sua nova direção na cidade, chamada no partido de Comitê Municipal.

O comitê é composto por sete dirigentes da executiva municipal, 11 pessoas do Conselho Político e mais cinco membros, além de cinco suplentes.

A Conferência contou com a presença de cerca de 70 filiados e convidados e ainda elegeu quatro delegados(a) para a Conferência Estadual, em  São Paulo, nos dias 03 e 04 de setembro.

O novo presidente do partido na cidade é Luiz André Moresi, ativista social, que assumiu o cargo exercido por Cláudio Silva, que por sua vez coordena a legenda na região.

Foram eleitos para compor a Comissão Executiva Municipal: Luiz André Moresi (Presidente), José Pereira da Silva (Vice-presidente), Dr. José Severino da Silva (Secretaria de Organização), Eldo Ferreira da Silva Filho (Secretaria de Finanças), Dra. Crislaine Lazari (Secretaria das Mulheres),  Débora Aparecida Peres (Secretaria de Comunicação)  e Roberto Ferreira dos Santos, “Betinho Zulu” (Secretaria da Juentude)

Avanço – Com a eleição da nova direção, o PCdoB de Jacareí deixará de ser comissão provisória e passa a ter sua direção completa, com a responsabilidade de conduzir os trabalhos do partido nos próximos dois anos

Expansão – O presidente eleito explicou que a nova direção terá a função de continuar a construção partidária, expandir o quadro de filiados, hoje com cerca de 530 filiados e organizar o partido para a eleição de 2012, na qual apresentará propostas e candidatos e candidatas.

Claudio Silva, ex-presidente, que segue na direção estadual e na coordenação do PCdoB na região do Vale do Paraíba, Serra da Mantiqueira e Litoral Norte, informou que em 2012 o partido estará presente na disputa eleitoral em diversas cidades da região com o objetivo de eleger vereadores e prefeitos.

Experiência – O novo presidente do PCdoB de Jacareí, Luiz André Sousa Moresi, é ativista social e militante dos Direitos Humanos. Fez parte do PT durante 21 anos, foi Assessor de Juventude e Coordenador da Casa da Juventude da Prefeitura de Jacareí, trabalhou na administração de Marta Suplicy na capital paulista, foi integrante do movimento estudantil e líder do movimento do Passe-Livre (na década de 90) no município.

Atualmente é presidente da ONG REVIDA. Em 2010 foi o organizador do maior movimento social de rua da história de Jacareí, a Parada LGBT, com a participação de 30 mil pessoas. Em junho desse ano, protagonizou um fato histórico com repercussão internacional ao conseguir na justiça a autorização para o primeiro casamento entre pessoas do mesmo sexo do Brasil, decisão essa que possibilitou o reconhecimento pleno de cerca de 112 direitos, antes negados.

Marta suplicy – Luiz e Sergio homenageiam Marta

Luiz e Sergio homenageiam Marta

Postado em 05/07/2011 por Equipe Marta

Luiz André de Rezende Moresi, 37 anos, e José Sérgio Santos de Sousa, 29, com a certidão de casamento em mãos, estiveram com a senadora Marta Suplicy (PT-SP) na noite de ontem (4) no estúdio da Rede TV, gravando o programa da Hebe, que vai ao ar, nesta-terça (5), às 22h. Durante o programa, apresentaram a certidão de casamento em “homenagem a Marta”.

Segundo eles, “Marta foi a grande lutadora” para que hoje tivessem reconhecidos seus direitos na união estável.

Luiz e Sérgio vivem juntos há oito anos, e adotaram como sobrenome “Sousa Moresi”. A união estável deles era reconhecida desde maio deste ano. Agora, o casamento civil garante, pelas leis brasileiras, que nenhum deles poderá ser excluído de uma eventual herança, entre outros direitos.

Parceria civil – Quando deputada, em 1995, Marta apresentou o projeto de lei da parceria civil, prevendo que pessoas do mesmo sexo poderiam firmar um contrato que as resguardasse em relação a questões como direito de herança, por exemplo.

A proposta, avançada para época, suscitou amplo debate na sociedade brasileira. Mesmo sem ser aprovada, sua discussão, anos a fio, deu mais visibilidade para a questão dos direitos da população LGBT.

Marta militou pela aprovação do projeto por mais de década, em entrevistas, participando de Paradas em São Paulo. E enquanto se discutia a questão de direitos de homossexuais em jornais, revistas, rádios e telejornais o tema foi ganhando espaços, chegou à teledramaturgia.

O Judiciário, acompanhando a evolução dos costumes em sociedade, passou a conferir sentenças históricas.

Hoje, o projeto de parceria civil é ultrapassado, em relação ao que o Judiciário já aprova: de união estável a adoção de crianças por casais homoafetivos.

No entanto, Marta diz que “o Legislativo se apequenou; se acovardou” e não aprovou sequer a parceria civil.

Homofobia – No programa da Hebe desta noite, a questão da homofobia é tratada com muita sensibilidade.

A produção gravou depoimentos fortes, de mães que em primeiro momento reagiram mal sobre a sexualidade de seus filhos, mas superaram o medo e hoje aceitam sua família como ela é. São felizes e lutam pelos direitos dos seus filhos.

Marta voltou a defender a criminalização da homofobia, num bate-papo que contou, além de Hebe, com os convidados José Simão e Barbara Gancia, colunistas da Folha de S. Paulo, e Sabrina Sato, do Pânico na TV.

No início do programa, Hebe, Marta, Barbara e Sabrina entrevistam José Simão.

Rede TV: Programa da Hebe, às 22h, em São Paulo pelos canais 9 (TV aberta); 22 da Sky; 20 da NET. Internet: http://www.redetv.com.br/

Foto: Marta e o primeiro casal gay que conseguiu se casar no Brasil, depois da recente decisão do STF de reconhecimento das relações homoafetivas/ Montserrat Bevilaqua

Fonte: Assessoria de Comunicação da senadora Marta Suplicy (PT-SP)