Luiz André participa do Programa Partidário do PCdoB

Luiz André Moresi, presidente do Comitê Municipal do PCdoB de Jacareí, gravou comercial para o horário partidário. O filmete foi exibido durante duas semanas nas redes de televisão da região do Vale do Paraíba no mês de outubro/2011.

O comercial tem a participação da cantora e deputada estadual pelo PCdoB, Leci Brandão, que afirma que o partido, assim como ela, é contrário à todas as formas de discriminação. Logo depois Luiz André Moresi reafirma o compromisso do partido com a cidadania e que em Jacareí o partido luta para melhorar a vida das pessoas.

Confira abaixo o vídeo:

Luiz André Moresi  - Programa do PCdoB

Luiz André Moresi - Programa do PCdoB

Um novo projeto para Jacareí

População está sendo convidada para participar da democratização do poder no município.

No próximo sábado (17 de setembro), às 15h, será lançado um novo projeto para Jacareí, que defende a alternância no poder como fundamental para a democracia e surgimento de novas lideranças.

Durante o lançamento do projeto, na Câmara Municipal, será apresentado um manifesto à população, no qual os protagonistas do projeto assumem compromisso com valores e princípios.

Os coordenadores do projeto defendem uma nova forma de atuação política e um novo modelo de gestão.

Do lançamento participarão lideranças municipais do PC do B e PV, organizadores do projeto e do manifesto. A expectativa é lotar o plenário da Câmara. Os presidentes dos dois partidos (PC do B e PV), respectivamente, Luiz André Moresi e Paulo Delfim, explicaram que além do manifesto, no dia 17, será divulgada a primeira atividade do projeto na cidade, que refuta, entre outros, a velha prática política em que o interesse coletivo é superado pelo individual.

Conclamação – Através do manifesto, o grupo conclama a população de Jacareí para a tarefa de democratização do poder no município.

Mais informações: pcdobj65jacarei@hotmail.com e pdelfim@ig.com.br

Luiz André Moresi - Presidente PCdoB

Luiz André Moresi - Presidente PCdoB

Paulo Delfim - Presidente do PV

Paulo Delfim - Presidente do PV

Um novo caminho…

Amig@s,

Amanhã, domingo, dia 21/08, das 9h às 12h, acontecerá na Câmara Municipal de Jacareí a Conferência Municipal do PCdoB e eu estarei sendo aclamado presidente do partido aqui na cidade.

Depois de 21 anos militando no PT, participando de suas direções, setoriais, das campanhas e governo, decidi que chegou a hora de trllhar novos caminhos.

Conto com a presença dos amigos e das amigas nesse importante momento da minha vida. E convido também para fazerem parte desse importante partido brasileiro, o PCdoB.

Não esqueça, amanhã, domingo, dia 21/08, das 9h às 12h na Câmara Municipal de Jacareí.

Abraços camaradas!

Luiz André Sousa Moresi

Participe da oficina do projeto “Justiça e Direitos Humanos”

ONG REVIDA de Jacareí-SP realiza no domingo, dia 15 de maio, das 14h às 20h a última de cinco oficinas de Direitos Humanos em DST/HIV/aids do projeto “Justiça e Direitos Humanos: Garantia de Cidadania”, financiado pelo Departamento Nacional DST/aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde e o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC). Esse evento também fará parte das comemorações do Dia (Mundial, Brasileiro e Municipal) de Luta Contra a Homofobia, que é celebrado sempre no dia 17 de maio.

A oficina terá como objetivo a capacitação e sensibilização em Direitos Humanos em DST/HIV/aids e a formação de uma rede de multiplicadores de políticas públicas de Direitos Humanos e Cidadania. É destinada ao público em geral e terá a duração de 6 horas, onde haverá palestras, bate papo e informações sobre a legislação referente à epidemia da aids e os direitos das pessoas que vivem e convivem com o vírus.

Luiz André Moresi, presidente da ONG REVIDA e um dos palestrantes do evento, ressalta a importância de se participar de uma oficina como essa. “A aids é uma doença que, mesmo com o avanço da medicina, que com os coquetéis e o diagnóstico precoce tem prolongado a sobrevivência, ainda não tem cura e continua matando, sem contar o preconceito gerado principalmente pelo desconhecimento.” Pretende-se também com o evento discutir formas de atuação e formação de uma rede de multiplicadores de cidadania e dos Direitos Humanos, “principalmente com o público em condição de maior vulnerabilidade social, como os homens que fazem sexo com homens, as travestis e transexuais e profissionais do sexo”, enfatiza Luiz André. Na atividade também será apresentado os conceitos de orientação sexual, identidades sexuais e de gênero e estratégias de como se combater o preconceito e a homofobia.

A oficina contará ainda com a presença da advogada e assessora jurídica da ONG,Andréia Capucci, que apresentará a legislação e os direitos das pessoas que vivem e convivem com o vírus da aids. A advogada afirma que para combater o vírus e o preconceito “é necessário saber os direitos que as pessoas portadoras do vírus têm, conhecendo as leis, decretos e portarias”.

O evento acontecerá no salão do Piazza Hotel, centro, destinado a 40 pessoas e é gratuito, sendo obrigatória a inscrição até dia 14, sábado.

SERVIÇO: 
Oficina de Direitos Humanos em DST/HIV/aids
Quando: Dia 15 de Maio – DOMINGO

Local: Piazza Hotel (Praça dos Três Poderes, 08 Centro Jacareí – SP)

Horário: Das 14h às 20h

Inscrição: O/A interessado/a deverá solicitar ficha de inscrição pelo e-mail/MSN ongrevida@hotmail.com ou pelos telefones (12) 3354-9800 e 9757-0686

 

Autor / Fonte: ONG REVIDAo Vidas ::...

GAYS da região sudeste elaboram planos para atuar no executivo e no legislativo

Após seis meses de curso virtual, os selecionados tiveram um curso presencial de 40 horas , que combinou aulas presenciais e exercícios práticos. Luiz André, presidente da ONG REVIDA foi um dos participantes.

Ao final de um curso de 40 horas, realizado no Rio de Janeiro entre os dias 16 a 20 de abril de 2011, os participantes dos estados do Rio de Janeiro e São Paulo, e da cidade de Belo Horizonte-MG, elaboraram um plano de ações de advocacy em HIV/Aids para a comunidade de gays e outros homens que fazem sexo com homens (HSH), voltado ao executivo e legislativo municipais e estaduais. Os planos visam ao aumento dos investimentos e ações de prevenção e atenção à saúde na área do HIV/Aids junto a desta população, bem como à garantia da promoção e defesa dos direitos da população LGBT e pessoas vivendo com HIV e Aids, por meio de legislação específica e o compromisso do legislativo.

O curso faz parte do Projeto Interagir “Ações de Advocacy em HIV/Aids para a comunidade de gays e outros HSH”, cujo objetivo é contribuir para o enfrentamento da epidemia e redução da incidência do HIV/Aids e outras doenças sexualmente transmissíveis (DST) entre gays e outros homens que fazem sexo com homens (HSH), por meio da qualificação de organizações da sociedade civil em ações de advocacy e prevenção.

Após seis meses de curso virtual, os selecionados tiveram um curso presencial de 40 horas , que combinou aulas presenciais e exercícios práticos, bem como visitas de representantes do executivo, do legislativo e também de um ex-pastor evangélico, que puderam debater as melhores formas de fazer ações de advocacy eficientes na suas respectivas áreas.

A primeira visita recebida pelos participantes do curso foi do pastor Sergio Viula, que atualmente é aliado da causa LGBT, mas, no passado, foi um ferrenho opositor aos LGBT e um dos fundadores da organização MOSES- Movimento pela Sexualidade Sadia, que prometia a cura dos homossexuais. O objetivo do encontro com Sergio Viula foi entender mais o funcionamento da homofobia religiosa e identificar formas de enfrentá-la.

Na parte da tarde, o vereador Leonardo Giordano (PT-Niteroi-RJ), falou sobre a sua atuação no legislativo. Explicou suas idéias para convencer os aliados não sensibilizados e neutralizar os opositores. Além disso, foi apontada a necessidade de se criar uma articulação nacional de parlamentares pela cidadania LGBT para a troca de informações e atuação mais unificada.

Em seguida, houve um debate sobre o executivo. O momento contou com a presença de Cláudio Nascimento, superintendente de Direitos Individuais, Coletivos e Difusos do Estado do Rio de Janeiro. O encontro foi fundamental para que os participantes pudessem entender o funcionamento do executivo e assim poderem atuar com mais eficiência no executivo de suas cidades e estados.

O projeto Interagir é financiado pelo Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde e é executado pela Associação Paranaense da Parada da Diversidade (APPAD) em parceria com sete organizações das cinco regiões do Brasil e com o apoio da rede regional ASICAL – Associação para a Saúde Integral e Cidadania na América Latina.

O curso na cidade do Rio de Janeiro foi o sexto dos sete cursos presenciais que aconteceram nas cidades de Curitiba, Campo Grande, Salvador, Recife, Alfenas-MG, faltando agora da Belém do Pará, que fechará a sequência de cursos presenciais e envolvendo todas as regiões do país.

As sete organizações que atualmente executam o Projeto são: Centro Paranaense da Cidadania, de Curitiba (PR), Movimento Gay de Alfenas (MG); Centro de Luta pela Livre Orientação Sexual, de Belo Horizonte (MG); Instituto Papai, de Recife (PE); Grupo Liberdade Igualdade e Cidadania Homossexual, de Feira de Santana (BA); Grupo Homossexual do Pará, de Belém (PA); e Associação de Travestis e Transexuais de Mato Grosso do Sul.

Informações adicionais:
Toni Reis – Coordenador Geral do Projeto – (41) 9602 8906

Carlos Magno – Ponto focal do Projeto Interagir na Região Sudeste – (31) 8817-1170

Victor Wolf – (21) 9121-2274/ 7743-8714

Márcio Marins – Coordenador-Geral da APPAD – (41) 3222 3999