GAYS da região sudeste elaboram planos para atuar no executivo e no legislativo

Após seis meses de curso virtual, os selecionados tiveram um curso presencial de 40 horas , que combinou aulas presenciais e exercícios práticos. Luiz André, presidente da ONG REVIDA foi um dos participantes.

Ao final de um curso de 40 horas, realizado no Rio de Janeiro entre os dias 16 a 20 de abril de 2011, os participantes dos estados do Rio de Janeiro e São Paulo, e da cidade de Belo Horizonte-MG, elaboraram um plano de ações de advocacy em HIV/Aids para a comunidade de gays e outros homens que fazem sexo com homens (HSH), voltado ao executivo e legislativo municipais e estaduais. Os planos visam ao aumento dos investimentos e ações de prevenção e atenção à saúde na área do HIV/Aids junto a desta população, bem como à garantia da promoção e defesa dos direitos da população LGBT e pessoas vivendo com HIV e Aids, por meio de legislação específica e o compromisso do legislativo.

O curso faz parte do Projeto Interagir “Ações de Advocacy em HIV/Aids para a comunidade de gays e outros HSH”, cujo objetivo é contribuir para o enfrentamento da epidemia e redução da incidência do HIV/Aids e outras doenças sexualmente transmissíveis (DST) entre gays e outros homens que fazem sexo com homens (HSH), por meio da qualificação de organizações da sociedade civil em ações de advocacy e prevenção.

Após seis meses de curso virtual, os selecionados tiveram um curso presencial de 40 horas , que combinou aulas presenciais e exercícios práticos, bem como visitas de representantes do executivo, do legislativo e também de um ex-pastor evangélico, que puderam debater as melhores formas de fazer ações de advocacy eficientes na suas respectivas áreas.

A primeira visita recebida pelos participantes do curso foi do pastor Sergio Viula, que atualmente é aliado da causa LGBT, mas, no passado, foi um ferrenho opositor aos LGBT e um dos fundadores da organização MOSES- Movimento pela Sexualidade Sadia, que prometia a cura dos homossexuais. O objetivo do encontro com Sergio Viula foi entender mais o funcionamento da homofobia religiosa e identificar formas de enfrentá-la.

Na parte da tarde, o vereador Leonardo Giordano (PT-Niteroi-RJ), falou sobre a sua atuação no legislativo. Explicou suas idéias para convencer os aliados não sensibilizados e neutralizar os opositores. Além disso, foi apontada a necessidade de se criar uma articulação nacional de parlamentares pela cidadania LGBT para a troca de informações e atuação mais unificada.

Em seguida, houve um debate sobre o executivo. O momento contou com a presença de Cláudio Nascimento, superintendente de Direitos Individuais, Coletivos e Difusos do Estado do Rio de Janeiro. O encontro foi fundamental para que os participantes pudessem entender o funcionamento do executivo e assim poderem atuar com mais eficiência no executivo de suas cidades e estados.

O projeto Interagir é financiado pelo Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde e é executado pela Associação Paranaense da Parada da Diversidade (APPAD) em parceria com sete organizações das cinco regiões do Brasil e com o apoio da rede regional ASICAL – Associação para a Saúde Integral e Cidadania na América Latina.

O curso na cidade do Rio de Janeiro foi o sexto dos sete cursos presenciais que aconteceram nas cidades de Curitiba, Campo Grande, Salvador, Recife, Alfenas-MG, faltando agora da Belém do Pará, que fechará a sequência de cursos presenciais e envolvendo todas as regiões do país.

As sete organizações que atualmente executam o Projeto são: Centro Paranaense da Cidadania, de Curitiba (PR), Movimento Gay de Alfenas (MG); Centro de Luta pela Livre Orientação Sexual, de Belo Horizonte (MG); Instituto Papai, de Recife (PE); Grupo Liberdade Igualdade e Cidadania Homossexual, de Feira de Santana (BA); Grupo Homossexual do Pará, de Belém (PA); e Associação de Travestis e Transexuais de Mato Grosso do Sul.

Informações adicionais:
Toni Reis – Coordenador Geral do Projeto – (41) 9602 8906

Carlos Magno – Ponto focal do Projeto Interagir na Região Sudeste – (31) 8817-1170

Victor Wolf – (21) 9121-2274/ 7743-8714

Márcio Marins – Coordenador-Geral da APPAD – (41) 3222 3999